© 2007 - Celso Lago
celsolago@mls.com.br
Técnicas Administrativas
Os Fatores que determinaram o surgimento das Relações Humanas foram a democratização dos conceitos administrativos, adequando estes processos à nova ordem social do povo americano; a influência pelo desenvolvimento das ciências humanas, no ambiente da organização industrial.

Na Experiência de Hawtorne feita por Mayo em 1923 em uma indústria têxtil, próxima à Filadélfia que apresentava uma grande rotatividade de mão-de-obra, mesmo se utilizando de esquemas de incentivo, foi introduzida  inovações como:

Em 1927, ainda  em Hawthorne, bairro de Chicago, Mayo realizou estudos sobre a influência da iluminação na produtividade que posteriormente se estendeu ao estudo da fadiga, acidentes de trabalho, estudo das condições físicas de trabalho sobre a produtividade dos operários e do turnover, em uma fábrica da Western Eletric Company. Esta indústria mantinha uma política voltada ao bem-estar dos funcionários. Foi efetuado estudo em um dos setores da fábrica onde eram montados reles por moças levando em média 6 minutos.

O acompanhamento experimental não tinha como finalidade o aumento da produtividade mas sim o conhecimento do funcionário por parte da empresa.

Através das experiências coordenadas por Elton Mayo, foi permitido o delineamento dos princípios básicos da Abordagem Humanista. Para Mayo a conduta do homem na sociedade é determinada basicamente pela tradição. O comportamento tradicional é visto sob a óptica de um objetivo social positivo. A felicidade individual, o crescimento e a saúde da sociedade dependem da existência de um sentido de ‘’função social’’ do indivíduo. Para Mayo, o conflito é uma chaga social e a cooperação é o bem-estar social. Quando cada indivíduo possui o senso de função social e responsabilidade, a sociedade torna-se um organismo social sadio. A cooperação, quando é assegurada, integra os objetivos individuais aos coletivos. Os administradores industriais devem organizar essa cooperação, pois os operários apenas cooperam quando aceitam os objetivos da administração.

As experiências de Hawthorne levaram à conclusões que colocavam em xeque as formulações da Abordagem Clássica e da Administração Científica, pois derrubavam a preponderância dos fatores fisiológicos sobre os psicológicos. Essas conclusões podem ser resumidas da seguinte forma: é a capacidade social do trabalhador que estabelece o seu nível de competência e de eficiência, não sua capacidade de executar corretamente os movimentos dentro de um tempo pré-determinado; o comportamento do indivíduo se apoia no comportamento do grupo. O grupo estabelece métodos para manter o respeito pelas suas atitudes. Esses grupos constituem a estrutura humana da empresa; e as relações humanas são as atitudes desenvolvidas pelas interações entre pessoas e grupos.

Para Mayo enquanto a eficiência material aumentou nos últimos 20 anos, a cooperação não manteve o mesmo desenvolvimento. Os dados levantados na experiência firmaram os seguintes pontos de vista de Mayo:

Com o estudo de Elton Mayo , a visão da administração foi alterada em seus conceitos. A Teoria das Relações Humanas alterou a dialética centralizada na fragmentação e especialização, com a incorporação da motivação, liderança, comunicação, organização informal e dinâmica de grupo. O conceito trazido pelos clássicos do homem econômico foi substituído pelo homem social




Elton Mayo foi um Cientista social, australiano, falecido em 1949, e é considerado o fundador do movimento das Relações Humanas, que se opôs aos princípios do trabalho de Taylor. Como professor e diretor de pesquisas da Escola de Administração de Empresas de Hardvard, Mayo dirigiu o projeto de pesquisa da fábrica de Hawthorne, entre 1927 e 1932.
Mayo licenciou-se na Universidade de Adelaide, estudou Medicina em Londres e Edimburgo, ensinou Filosofia Mental e Moral em Queensland.
Elton Mayo escreveu três livros, baseados nas descobertas das experiências realizadas em Hawthorne, dando origem à Teoria das Relações Humanas.

CELSO FREDERICO LAGO
Informática e Administração